2011-08-18

"Em outras palavras: os esquerdistas são hoje os nazistas de ontem!

 

israel-2

ISRAEL SOFRE ATAQUE DO TERROR E SE DEFENDE REAGINDO, MAS AGÊNCIAS NOTICIOSAS DÃO UM JEITO DE MENTIR EM FAVOR DO TERRORISMO


Leiam esta matéria e vejam a minha análise interpretativa abaixo:


O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, alertou nesta quinta-feira, 18, que todos que atacarem o país "pagarão um preço muito alto". As declarações do premiê são feitas no mesmo dia em que sete israelenses morreram em atentados ocorridos perto da fronteira com o Egito.


Os ataques ocorreram na cidade de Eilat, no sul de Israel, onde homens armados entraram no país a partir do território egípcio e abriram fogo contra veículos civis e um posto militar na cidade. Sete agressores morreram no atentado. Em resposta, as forças israelenses bombardearam Gaza e mataram seis pessoas, entre elas um dirigente dos Comitês Populares de Resistência.


Netanyahu afirmou que os ataques representam uma "séria violação da soberania de Israel" e disse que o país não vai se curvar diante das agressões. As declarações do premiê foram respaldadas por Tzipi Livni, líder opositora, que disse que os incidentes requerem uma reposta israelense e que apoiará as decisões do governo.


O ministro da Defesa, Ehud Barack, também se pronunciou, dizendo que se trata de uma série de atentados ocorridos em "vários locais". "Os incidentes mostram que o Egito está perdendo o controle no Sinai e da ampliação das operações terroristas na área. A fonte desses ataques é Gaza e nós vamos preparar uma resposta com força total", alertou.


O Hamas, facção palestina radical que controla Faixa de Gaza, negou a autoria dos ataques. O grupo é considerado uma organização terrorista por Israel, já que não reconhece Estado judeu. [ATENÇÃO EDITOR DO JORNAL O ESTADO DE SÃO PAULO: O HAMAS 'NÃO É CONSIDERADO TERRORISTA POR ISRAEL', E NÃO É APENAS 'FACÇÃO PALESTINA RADICAL", É UM GRUPO TERRORISTA QUE VEM FUSTIGANDO ISRAEL HÁ ANOS COM LANÇAMENTO DE FOGUETES CONTRA POPULAÇÃO CIVIL ISRAELENSE!]


MEU COMENTÁRIO: Como todas as matérias de agências internacionais, esta publicada no site do jornal O Estado de São Paulo é tipicamente um texto anti-Israel e contra o povo judeu. Tanto é que se nega a qualificar o Hamas como terrorista. Notem que a matéria mente ardilosamente ao referir-se a esse bando terrorista como "facção palestina radical".


Trata-se de mais um texto tipicamente antissemita, como todos os que são veiculados pela grande imprensa internacional e agências noticiosas controladas pela patrulha esquerdista. Todos os esquerdistas, socialistas, comunistas e quejandos são apoiadores do terror islâmico e com eles fazem coro para a destruição do Estado Judeu.


Em outras palavras: os esquerdistas são hoje os nazistas de ontem!
E ainda há quem afirme que os judeus controlam a mídia internacional e são os donos do mundo. Essa gente além de babar a baba da ignorância estúpida naso sabem nem onde fica o Oriente Médio e nem mesmo é capaz de encontrar no mapa o Estado de Israel. Sim, porque num mapa de escala pequena o Estado de Israel dessaparece e sequer é uma manchinha dado ao fato de ser um pedaço de terra diminuto e espremido entre países árabes imensos.


Não sabem também que o total de judeus no mundo está em torno de 0,2% da população do planeta, incluindo-se os habitantes de Israel. Se a população da Terra deve somar 7 bilhões no final deste ano de 2011, o total de judeus no mundo gira ao redor de 14 milhões. "

Nenhum comentário: