2011-03-14

Os muçulmanos são uma minoria minúscula nos Estados Unidos mas já fazem planos públicos para demolirem a Estátua da Liberdade em nome do Islam

segunda-feira, 14 de março de 2011

Os muçulmanos são uma minoria minúscula nos Estados Unidos mas já fazem planos públicos para demolirem a Estátua da Liberdade em nome do Islam

Dê liberdade de expressão e associação para os comunistas e eles não vão sossegar enquanto seu país não virar um inferno comunista. Dê liberdade de expressão e associação para os muçulmanos e eles não vão sossegar enquanto seu país não virar um inferno islâmico. Não seria mais prudente banir de antemão e para sempre os dois grupos?

 

Do site islamofascista Sharia 4 America. Lá você encontrará artigos como "Não obedeça às leis do país" e "Muçulmanos sem Xaria são um peixe fora da água." Algum esquerdista deveria explicar a eles que o Islam e as democracias laicas ocidentais não são incompatíveis e que esta doutrina não oferece perigo nenhum para nossa civilização.  Parece que a visão que eles têm de si mesmos não bate com a visão que a Esquerda deseja que nós tenhamos deles.

Sharia 4 America: segunda-feira, março de 2011

Original: The Islamic Demolition of the Statue of Liberty

Tradução: Dextra

A demolição islâmica da Estátua da Liberdade

Um dos princípios fundadores da constituição islâmica é garantir que toda a soberania e supremacia pertençam tão somente a Deus; a Xaria é a manifestação prática desta soberania e supremacia porque ela procura estabelecer seu mando na sociedade.

O status de uma nação, consequentemente, não depende de seus número, força ou avanço tecnológico, mas antes do quanto ela se submete aos mandamentos de Deus. Quando uma nação busca se libertar de tais mandamentos, ela então encontrará por fim a própria destruição.

A Estátua da Liberdade, projetada por Frederic Bartholdi, fica na Liberty Island , no Porto de Nova Iorque; representado Libertas, a (falsa) deusa romana da Liberdade, ela é um símbolo da natureza rebelde da constituição americana, que eleva o mando do homem acima do mando de Deus.

No Islam, a veneração pública de ídolos e estátuas é estritamente proibida. Isto tem forçado muçulmanos sinceros a desenvolverem planos realistas que auxiliarão na remoção da Estátua da Liberdade.

Devido à escala da tarefa à mão, é altamente provável que será necessário que rigorosas barreiras de segurança sejam empregadas antes que a demolição da Estátua da Liberdade possa começar; assim, como medida temporária, propõe-se que uma grande burca seja usada para cobrir a estátua, livrando a vista pública desta visão abominável, bem como mandando uma forte mensagem a seus criadores franceses .

Após a demolição, recomenda-se que um minarete seja construído como um substituto adequado, permitindo que a glorificação de Deus seja proclamada diariamente, bem como funcionar [sic] como um poderoso lembrete sobre a superioridade do Islam sobre todos os outros modos de vida.

[fim do artigo]

Veja também: Xaria para principiantes; A ilusão de se reformar o Islam; O fim do Cristianismo no Oriente Médio?; O Islam estatístico.

Nenhum comentário: