2010-11-19

Processo diz que Dilma 'assessorou' assaltos a bancos durante Ditadura

Processo diz que Dilma 'assessorou' assaltos a bancos durante Ditadura

Redação SRZD | Nacional | 19/11/2010 08h53

dilmaditaduraproc

Os volumes do processo contra a então militante de esquerda Dilma Rousseff (durante a Ditadura Militar) foram divulgados nesta sexta-feira pelo jornal "O Globo", após liberação autorizada pelo Superior Tribunal Militar (STM) durante a semana. Os documentos, que contêm depoimentos da própria, mostram Dilma como figura destacada na luta armada contra o Regime Militar vigente, "uma Joana D'Arc da subversão" que "assessorou assaltos a banco".

Ela afirmou em depoimento concedido à Justiça Militar em outubro de 1970 que foi torturada para passar informações sobre os companheiros da antiga Vanguarda Armada Revolucionária Palmares (VAR-Palmares) no DOPS de São Paulo, órgão de repressão. Dilma negou participação direta e efetiva em assaltos às instituições bancárias, chamadas na época de "expropriações". Outro relatório, desta vez da Polícia Civil de São Paulo, faz elogios à "capacidade intelectual" de Dilma Rousseff.

O STM determinou a liberação do processo nesta última quinta-feira, atendendo solicitação feita pelo jornal "Folha de São Paulo". A própria presidente eleita também entrou com pedido de acesso aos autos no tribunal. O ministro Carlos Alberto Marques, presidente da Corte, determinou que a prioridade de acesso deve ser dada à Dilma.

Veja também:

- Justiça Militar libera acesso ao processo que levou Dilma à cadeia

- Todos os processos deveriam ser liberados, diz ex-presa política

Nenhum comentário: