2010-04-22

Graça Salgueiro é a entrevistada

 DO Blog do CAVALEIRO DO TEMPLO
graça 
 
ENTREVISTA 

GRAÇA SALGUEIRO, dona do blog NOTALATINA

"...meu blog surgiu por uma necessidade imperiosa de fazer o que a mídia se omitia prazerosa e coniventemente."
"Me parece que o maior mal do Brasil é a ignorância associada a uma soberba infinita, onde pessoas que se (des)informam através de uma mídia venal, acreditam que podem dar opiniões abalizadas sobre tudo, e mais especificamente sobre política internacional."
"A maioria (dos blogs), entretanto, é apenas “anti-petista” ou “anti-lulista” mas não é anti-comunista legítimo, por estudo e convicção moral."
"Antes de chegar ao poder ele (o PT) deu muitas voltas, até entender que com aquele discurso não chegaria a lugar nenhum, então teve que mudar. Mas mudou o discurso “apenas” para conseguir o que queria. O que se vê hoje é o verdadeiro PT que tirou a máscara."
Graça Salgueiro


- Por que manter um blog, disponibilizando tempo, pesquisa, conhecimento, custos materiais, gratuitamente?

- Bem, em primeiro lugar, quero agradecer a gentileza dessa entrevista e dizer que muito me honrou a deferência. Veja, o Notalatina surgiu em setembro de 2002, em decorrência de uma quantidade enorme de informações que eu recebia da oposição cubana, dentro e fora da Ilha, que não apareciam nos jornais brasileiros. Sempre que Cuba aparecia nos noticiários era exaltando a “excelência” da saúde e educação cubanas como as grandes conquistas da revolução – o que se comprova diariamente ser uma farsa gigantesca -, ou então enaltecendo o genocida Fidel Castro como o “grande líder”, o “presidente Fidel” ou então tecendo-se loas nostálgicas a esse monstro, como nunca cansou de fazer o comunista Jabor.
Estávamos em pleno rebuliço da campanha presidencial e Lula subia nas pesquisas desabridamente, fingindo ser o que não era (e continua não sendo: um democrata), e a Cuba de Fidel estava sempre diante dos nossos olhos como a décima maravilha do universo. Então, era necessário fazer alguma coisa urgentemente, embora o nosso povo tenha preferido não acreditar e eleger este elemento. Então, podemos dizer que meu blog surgiu por uma necessidade imperiosa de fazer o que a mídia se omitia prazerosa e coniventemente.
- O Notalatina é referência para centenas de leitores e blogueiros. Por que esta preferência por assuntos externos: Cuba, Venezuela, Bolívia, Colômbia, Argentina? Ou estes assuntos não seriam tão externos quanto deveriam ser?
- Pois é, você está correto quando diz que estes assuntos não são “tão externos”, considerando que esses países são todos comunistas, excetuando-se a Colômbia, têm presidentes eleitos pelo Foro de São Paulo e participam da mesma agenda geoestratégica estabelecida pelo Foro. Lembro que quando eu falava em 2002, 2003 do que vinha ocorrendo com a Venezuela de Chávez, muita gente me dizia que eu devia me preocupar com o meu país, do mesmo modo quando eu denunciava os crimes das FARC que diziam ser “um problema dos colombianos”. O tempo encarregou-se de mostrar que tudo isto nos afetava diretamente, sobretudo as relações das FARC com a política e os narco-traficantes brasileiros. E foi provado primeiro com a prisão de Fernandinho Beira-Mar, e depois com os achados nos computadores de Raúl Reyes em março de 2008. E se você busca nos noticiários nacionais não vai encontrar nada do que se passa ao nosso redor que, muita gente não acredita, está sob o comando do PT que é o principal responsável pelo Foro de São Paulo.
- O que ocorre no Brasil?
- Me parece que o maior mal do Brasil é a ignorância associada a uma soberba infinita, onde pessoas que se (des)informam através de uma mídia venal, acreditam que podem dar opiniões abalizadas sobre tudo, e mais especificamente sobre política internacional. O brasileiro – com as sempre honrosas exceções – não lê e desdenha – quando não atira pedras e infâmias – daqueles que se dedicam ao estudo sério, de fontes oficiais, rotulando-os de “pedante”, “intelectualóide”, como se o conhecimento se tornasse uma fonte de humilhação constante e proposital aos ignorantes presunçosos. Melhor fariam se primeiro fossem estudar, para depois ter argumentos sólidos para emitir algum juízo de valor, não é?
- Qual a diferença entre comunismo e Nova Ordem Mundial?
- O comunismo é uma ideologia e a Nova Ordem Mundial (NOM) é uma estrutura supra-partidária, de grupos de pessoas e organizações que querem o controle e domínio absoluto da população mundial. A NOM é controlada pelos mega-investidores como George Soros, Rotschield, as Fundações Ford e Rockefeller, mas também pela ONU e o Clube Bilderberg. Putin está começando a participar dos planos da NOM, não porque seja comunista mas porque também quer ter este controle.
- Em que momento a “inteligência” brasileira, os órgãos de informação oficiais, perdeu o rumo? Ou teria se rendido? Vendeu-se? Ou ela nunca se perdeu e por isto a gente acha que não existe mais?
- Quero deixar claro que minha percepção a este respeito não é generalizada a todas as pessoas – individuais – que trabalham para este organismos mas de uma forma abrangente a elas, instituições. Os fatos têm demonstrado que, desde que o PT assumiu o poder, instituições como ABIN, Polícia Federal a assemelhados, têm trabalhado para o governo de turno e seu partido e não para a Nação como deveria ser. Observe-se a condescendência em não incriminar os terroristas do MST; observe-se o que ocorreu quando houve a denúncia de que as FARC teriam dado 5 milhões de dólares para a campanha do PT em 2002. Naquela ocasião, o general Jorge Armando Félix, chefe do Gabinete Institucional, considerou que o documento “não tinha qualquer relevância” e deu sumiço no informe como se não passasse de “fofoca de comadres”. Ora, em qualquer país sério e que tivesse órgãos preocupados com a segurança nacional, aquilo teria gerado apurações e investigações profundas até se esclarecer se procedia ou se de fato fora uma notícia infundada e leviana. Como é que ele sabia, sem qualquer investigação, que aquilo era falso e sem importância, se não estivesse comprometido com o “patrão” e não com a Nação? Segundo a nota publicada pela revista Veja na ocasião, a informação fora dada por um agente infiltrado que participou do tal churrasco com o terrorista das FARC Oliverio Medina, que foi quem fez a “oferta”.
Se nossas instituições estivessem DE FATO a serviço da Nação, não havia tantos terroristas exilados aqui com status de “refugiados políticos”. Outro fator que contribui para que estas instituições trabalhem para a “causa” e não para o País, é que algumas delas estão subordinadas ao Ministério da Justiça que, desde a era FHC não recebe para presidir a pasta pessoas sérias e honradas, senão terroristas e comunistas. Não sei o que pessoas sérias e respeitáveis, pois acredito que haja muitas delas nestas instituições, entendem por Verdade e Justiça mas, estivesse eu em algum órgão destes, me rebelaria e jogaria tudo no ventilador porque há muitos crimes acobertados, sobretudo com relação ao narcotráfico, tráfico de armas e terroristas estrangeiros vivendo gostosamente dentro do nosso território. E isto não devia ser assim, pelo bem de todos nós e do nosso país.
- Você acredita na legitimidade das eleições no Brasil?
- Não; absolutamente!
- Este país tem jeito?
- Isso parece piada... Parece uma proposta impossível porque seria necessário substituir os comandos de todas as instâncias: Justiça, ministérios, parlamentos, estatais, acabar com a farra das ONGs, encarcerar bandidos de colarinho branco ou pés no chão, enfim, teria que ser feita uma enorme faxina nos quatro cantos do país e não creio que haja disposição de ninguém para fazê-lo. Sei que nem daqui a 200 anos este país estará limpo de tanta patifaria e indignidade, até porque nosso povo é anêmico e apático, só mostrando-se “patriota” em tempo de Copa do Mundo.
- Todo o planeta vive ameaçado pelos governantes, sejam democratas, liberais, ditadores... Crime organizado e droga são manipulados por governantes e seus serviços secretos... Nosso futuro é mesmo orwelliano ou ainda existe a possibilidade de uma civilização livre?
- Não sou nihilista a ponto de dizer que não tem jeito. Pode ser que sim mas sei que não estarei viva para ver esse dia chegar, pois caminhamos para um abismo profundo enquanto a maioria da população só quer saber de carnaval, praia, futebol, cerveja e “se dar bem”. Criou-se uma cultura do “eu odeio política” e enquanto esses zumbis amestrados seguem alegremente e se orgulhando disto, há um monte de aves de rapina dominando suas vidas com leis estúpidas (anti-tabagismo, Codex Alimentarius, vacina desnecessária, controle da grade de programação de TV, controle de suas finanças e seus bens, etc.) que nos impõem diariamente sob pena de fortes sanções.
- No seu entender, até quando o Brasil vai ficar nesta de "país do futuro"? Futuro de quem, para quem, a serviço de quem?
- É curioso. Eu ouvia isto quando era menina, vou fazer 59 este ano e continuo ouvindo. No entanto, o governo e a malta que o acompanha, continua incutindo nas mentes idiotizadas do nosso povo que “um outro mundo é possível”. Outro mundo para mim é o além. Mas enquanto houver idiotas de um lado e espertalhões do outro, este país do futuro estará sempre como a linha do horizonte, que todo mundo pensa que vê mas nunca alcança.
- Muito desencanto com o Brasil e com os brasileiros? Ou não?
- Como não? Um país inculto que enaltece um reles sujeitinho que se ufana de “nunca ter estudado” e que odeia ler, não dá para sentir um vergonha abissal? Por que será que nossas mentes mais brilhantes deixam o país?
- Quem é aliado do Brasil “que queremos” e quem é aliado do Brasil “que os cumpanheiros querem” no hemisfério sul?
- Nesse quesito estamos num mato sem cachorro porque o maior estadista do nosso hemisfério é o presidente Uribe, mas este está com os dias contados no cargo e não há nenhum candidato a altura para substituí-lo. Juan Manuel Santos, candidato uribista, é o melhor dentre todos mas é uma pessoa muito vaidosa que procura dividendos pessoais, o que põe em risco o exitoso programa desenvolvido por Uribe ao longo desses anos. Uribe é a única exceção. Sebastián Piñera, do Chile, é de centro e capitalista, mas já começou tomando atitudes que estão desagradando a população, inclusive em relação à catástrofe ocorrida em fins de fevereiro. Alán García, do Peru, também é conservador e atualmente o maior aliado de Uribe e dos Estados Unidos na região mas falta pouco para terminar seu mandato. O que sobra, está todo dominado pelo esquerdismo mas rastaquara e jurássico. Então, como não temos o Brasil que queremos e não vejo nenhuma esperança a médio prazo, posso dizer que, considerando o atual governo, estamos em boa companhia; pelo menos à altura do que temos em casa.
- A que se pode atribuir a "compartimentação" entre blogueiros que parecem defender o Estado de Direito? Que interesses ou convicções se interpõem impedindo o debate, a interatividade sobre conteúdos expostos nos blogs?
- Veja, tenho dito sempre que não faço parte da chamada “blogsfera” – e sei que vou ouvir muitos achincalhes por causa disso -, não quero ser incluída neste grupo, não por me achar “melhor” mas porque não gosto de “bandos”.
Quando criei o Notalatina, o sistema Blogger era muito complicado porque era tudo em inglês, havia poucos recursos e para se fazer qualquer inserção (links, fotos, vídeos) era necessário usar html que nem todo mundo sabe. Então, havia poucos blogs mas muitos eram muito bons. Tempos depois, com as modificações e atualizações feitas, tornou-se muito fácil para qualquer um montar um blog. Então, você tem hoje em dia uma infinidade de blogs tratando de tudo. Na era da informática os antigos “diários” foram substituídos por blogs e aí deu-se a proliferação. Há alguns muito bons (como este, por exemplo) mas a maioria é repetidora das notícias – sempre duvidosas – dos jornais brasileiros ou, no máximo, de blogs famosos, como o do Reinaldo Azevedo e do Augusto Nunes. São raros os que o proprietário tem texto próprio e como o Notalatina não há nenhum igual, pois ali eu faço análises, apresento vídeos inéditos ou traduções que nunca saíram nem jamais sairão em qualquer jornal brasileiro.
Por outro lado, como a patifaria governamental chegou a um nível insustentável, poucos são os que ainda o defendem. A maioria, entretanto, é apenas “anti-petista” ou “anti-lulista” mas não é anti-comunista legítimo, por estudo e convicção moral, tampouco conservador. Por isso a “compartimentação” e por isso faço questão de me manter à margem da manada. Não escrevo para ninguém em particular, ou esperando aplausos ou condecorações. Escrevo para fazer o registro de fatos que são vergonhosamente ocultados ou desinformados pela mídia, e por um dever de consciência. Quem não gostar de minha postura ou do que escrevo, não vá lá, não precisa ler.
- Na sua opinião o PT sempre foi o que estamos vendo hoje ou “se perdeu”?
- Não, o PT mais “se achou”, hehehe... Antes de chegar ao poder ele deu muitas voltas, até entender que aquele discurso não o levaria a lugar nenhum, então teve que mudar. Mas mudou o discurso, “apenas” para conseguir o que queria. O que se vê hoje é o verdadeiro PT que tirou a máscara.
- O PT diz que criou o Foro de São Paulo, é isto mesmo?
- O PT levou 15 anos negando e agredindo quem dizia isto, entretanto, depois que conseguiu consolidar-se, com 15 presidentes eleitos com seu apoio, resolveu “admitir” a existência da organização uma vez que não oferecia mais riscos de se fragmentar ou fracassar, mas admite tão-somente que é uma organização de partidos de esquerda que se reúne para discutir os problemas da região. E nós sabemos que é muito mais do que isto, inclusive continua sendo o principal partido da organização, uma espécie de “sócio majoritário”, aquele que decide e dá a última palavra. Tanto é assim que anualmente ele tem seus Encontros e trimestralmente os encontros do Grupo de Trabalho (GT). Pois bem, nesses encontros do GT participam alguns países por vez, mas o PT SEMPRE está lá. E saiba que o GT é mais importante do que os Encontros mesmos, pois é quem elabora a pauta do que vai ser discutido, os acordos, alianças, apoios ou repúdios que vão fazer. Quando o Encontro acontece, já está tudo estabelecido e determinado. Aos partidos e organizações-membro, cabe apenas dar o ok e assinar o que foi deliberado pelo PT.
- Foro de São Paulo e a ligação desta “entidade” com os partidos políticos brasileiros e com os grupos terroristas e narcotraficantes do Brasil e do hemisfério sul. Que poderia nos dizer sobre isto? Pode escrever o quanto quiser.
- Não sou eu que digo, são os fatos e os documentos elaborados por eles mesmos que são as fontes primárias autênticas. Se você for olhar por exemplo, a revista “América Libre” que é o órgão de comunicação do Foro de São Paulo, vai encontrar os nomes de comunistas conhecidos como Emir Sader, Chico Buarque, João Pedro Stédile, Leonardo Boff, Luiz Eduardo Greenhalgh, mas também vão estar lá o “Tirofijo”, criador e número 1 das FARC, falecido em março de 2008, e Milton Hernández, um dos comandantes do ELN também já falecido. Confira aqui:
http://www.nodo50.org/americalibre/consejo.htm.
Depois que as FARC passaram a ser manchetes dos jornais, em decorrência do escândalo desatado pelos achados nos computadores de Raúl Reyes, elas se recolheram um pouco e passaram a participar dos eventos através de vídeos e mensagens escritas, para evitar maiores especulações, mas também para preservar os outros membros cujos países têm mandatários eleitos pelo Foro. Mas nuncadeixaram de fazer parte.
- O Juiz Federal Odilon de Oliveira disse “...traficantes da facção criminosa Comando Vermelho ... vão periodicamente à fronteira do Brasil com a Colômbia para comprar cocaína diretamente com guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc)...”. É por isto que para o Brasil do Sr. Lula as FARC é apenas um “grupo beligerante” e não é reconhecido oficialmente como narcotraficante e terrorista?
- Exatamente, mas também – e sobretudo – porque são “cumpanhêros” no Foro de São Paulo, conforme eu demonstrei mais acima. Bandido protege bandido, não é? Quando o presidente Uribe assumiu seu primeiro mandato ele fez um esforço enorme, primeiro perante os países vizinhos e depois perante a ONU, OEA e União Européia, para que classificassem este bandos que espalham terror e morte em seu país como terroristas. Até onde sei, nenhum país do continente sul-americano lhe deu apoio, porque a maioria pertence ao Foro de São Paulo (FSP) e o farsante Lula, que chama Uribe de “amigo”, foi o primeiro a se negar a isto.
Observe o escândalo que gerou o acordo militar feito entre Estados Unidos e Colômbia para a cessão de uso das bases colombianas pelos americanos. Isto foi um dos principais temas do Encontro do FSP em agosto do ano passado no México, além dos escândalos particulares feitos pela trinca de asnos Chávez-Correa-Morales. E por que isso? Porque eles temem que, com as novas tecnologias trazidas pelos americanos para auxiliar o combate aos narco-terroristas, as FARC sejam exterminadas. E Deus queira que eles consigam!
Os militares brasileiros negam – não sei se por questão de segurança nacional – mas eu sei que há infiltração das FARC na nossa Amazônia porque leio os informes dos militares colombianos. Não são freqüentes mas ocorrem, sim. Ocorreu ano passado numa tribo indígena e nas cidades fronteiriças, onde os farianos penetram em solo brasileiros vestidos de civis, (muitos dos quais com passaportes e documentos de identidade venezuelanos – leia no Notalatina) para comprar remédios, alimentos e munição. Depois fazem amizade e aliciam jovens para ser guerrilheiros. É assim que eles agem sempre, em qualquer lugar, seja na Colômbia seja nas cidades fronteiriças dos outros países. Fora isso, há muitos deles passeando por aqui disfarçados e a Polícia Federal tem conhecimento. Porque não os prendem, perguntem ao presidente do Brasil...
- Por fim, você deixa um recado, qualquer que seja, para os brasileiros?
- Não, não tenho nada mais a dizer. Obrigada!
 


http://notalatina.blogspot.com
 
"Leia aqui o que a imprensa esconde 
sobre o que acontece na América Latina". 
 
Assim está escrito no NOTALATINA da GRAÇA SALGUEIRO, 
nossa mais recente entrevistada.
 
A mais adequada apresentação para a Graça 
é esta assinatura:
 



 
Sabe de quem é? 
 
Do Presidente da Colômbia, ÁLVARO URIBE, 
que enviou esta carta para a Graça Salgueiro.
 
Trecho: 
 
"Quão importante que a opinião pública internacional 
conte com a informação que de maneira valorosa, 
profunda e crítica você desenvolve em seu blog Notalatina, 
sobre temas tão sensíveis para a região."
 
Precisa dizer mais?
 

Um comentário:

Cavaleiro do Templo disse...

Celina, esqueceu de dizer de onde veio a entrevista. PODERIA INSERIR A FONTE?

Cavaleiro do Templo