2010-01-11

APELO À CORAGEM

Divulgando, para atender um pedido de Sônia van Dijck


10/01/2010 12:33, Sônia van Dijck <> escreveu:



Caros amigos,

Recebi o material abaixo e repasso.

O mais espantoso é o silêncio da sociedade, das instituições e da imprensa, diante do que a elite socialista-lulopetista trama para o futuro próximo do Brasil (para depois da eleição de Dilma Roussef).

Como a imprensa acovardada ou comprada ou ameaçada ou cooptada resolveu ficar em silêncio, a maioria dos cidadãos nem sabe o que se decidiu nos gabinetes do governo Lula no final de 2009.

Precisamos, portanto, dar a maior divulgação possível ao Decreto 7.037 (de 21 de dezembro de 2009), assinado por Lula do outro lado do mundo, que institui o fim da propriedade privada (rural e urbana); extingue a liberdade de imprensa; estabelece um programa de educação "socialista" na rede de ensino público e privado; estabelece a criação de comitês de patrulhamento ideológico em toda e qualquer comunidade ou grupo de atuação social ou profissional ou cultural organizado; anula os poderes e as funções do Poder Judiciário previstos na Constituição de 1988; estabelece o caráter retroativo da Lei, para julgar os militares torturadores, omitindo o julgamento de crimes de morte e outros previstos no Código Penal com etidos por participantes da elite do atual governo.

Em suma: o Decreto 7.037 institui o caráter socialista do Estado brasileiro, em nome da defesa dos Direitos Humanos, e coloca a Nação submissa aos interesses e às decisões da elite socialista-lulopetista, orientada pelo bolivarianismo que ameaça a América Latina.

A sociedade civil, que já não está confiante nas altas cortes da Justiça, que vê passivamente parlamentares confraternizarem com assassino estrangeiro protegido pelo Ministério da Justiça às custas do dinheiro público, que silencia diante da indiferença de Lula face às leis internacionais e à decisão judicial de extradição do criminoso italiano Cesare Battisti, sabe que não pode contar com o desmoralizado Congresso Nacional.

Façamos, então, um esforço, usando o instrumento que temos: a internet, hoje presente em milhões de lares brasileiros de todas as camadas sociais.

Divulguemos o conjunto abaixo como um ato de cidadania. Que esta seja nossa forma de dizer "NÃO" à proposta de um Estado brasileiro socialista-lulopetista-bolivariano.

A Constituição precisa ser respeitada e não deve ficar sujeita às intenções golpistas que frequentemente lhe aplicam maquiagens, cujo objetivo é apenas extinguir o estado de direito por Ela assegurado, fazendo-nos mergulhar no mundo do socialismo-bolivariano, sem liberdade de opinião, com sistema de ensino monitorado ideologicamente pela elite socialista do atual governo, sem direito à propriedade privada (urbana e rural), sem defesa do Poder Judiciário, em um cotidiano de comitês de patrulhamento ideológico.

Peço que leiam com atenção e preocupação o conjunto - o link para o texto de Reinaldo Azevedo leva a uma análise esclarecedora, que está acompanhada de comentários de inúmeros brasileiros não-socialistas-bolivarianos, que defendem o estado de direito garantido pela atual Constituição.

Se a imprensa está em silêncio, usemos a internet para informar aos amigos e colegas a estratégia traçada por Lula e seus companheiros de poder, aliás cada dia mais ricaços, apesar de tão socialistas... Insistam para que seus amigos leiam e fiquem informados da gravidade das ações do governo Lula. Lembrem que a História já mostrou que o socialismo planta sepulturas e nunca esteve interessado em Direitos Humanos - nem na URSS, nem em Cuba, nem na Venezuela, em nenhum lugar - não será no Brasil que o socialismo vai mudar o caráter e defender Direitos Humanos.

No estado de direito, Direitos Humanos é segurança pública, sistema de saúde decente, educação de qualidade, moradia digna, segurança pública, emprego, e, principalmente, respeito à Constituição, punindo-se o enriquecimento ilícito dos donos do poder e seus apoiadores.

Na certeza de que vocês, diante da gravidade dos planos do atual governo,acatarão meu pedido de repasse amplo, para esclarecimento dos cidadãos que pudermos alcançar pela internet, exigindo a revogação do Decreto 7.037, uma ameaça à sociedade brasileira, deixo a convicção de que Lula e seus companheiros farão do Brasil o estado que nós permitirmos.

Sônia van Dijck.

Nenhum comentário: