2009-11-11

MST E A JUSTIÇA NO PARÁ

Justiça manda prender 6 do MST por invasão

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 | 4:57 mst-2

Por José Maria Tomazela, no Estadão:
O Tribunal de Justiça do Pará decretou ontem a prisão preventiva de seis integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) acusados do ataque ao retiro Ceita Corê, da Fazenda Espírito Santo, anteontem, em Xinguara. A propriedade, do grupo Santa Bárbara, ligado ao banqueiro Daniel Dantas, foi invadida por 70 militantes que, com o uso de armas de fogo, expulsaram os funcionários e saquearam as casas.

Com a decisão, passam a ser procurados Edimilson dos Santos Gomes, conhecido como Boca Cheia, Baltazar Luis de Souza, Jorseley Alves da Silva, Lourival Santos Ferreira, Moisés Lima Silva e Antônio Luiz de Souza. De acordo com o despacho, Gomes, que é coordenador do acampamento Alto Bonito, era o líder do grupo invasor e portava na ocasião do fato uma arma. O TJ considerou haver indícios de serem os acusados os autores dos crimes ocorridos na fazenda.

O despacho faz referência aos “diversos conflitos que vêm ocorrendo na mesma, sendo necessária a intervenção do Poder Judiciário como forma de evitar que os vestígios dos crimes perpetrados sejam eliminados, bem como pacificar os ânimos no local”.

O grupo é acusado de ter destruído seis casas de empregados da fazenda. A ação ocorreu apesar da presença da tropa de choque da Polícia Militar na região, informou a agropecuária Santa Bárbara.

Na semana passada, o MST já havia destruído casas e benfeitorias da Fazenda Maria Bonita, também da Santa Bárbara, em Eldorado dos Carajás. A depredação levou a Justiça a decretar a prisão preventiva do coordenador estadual do movimento, Charles Trocate, que está foragido. Aqui

 

Envie comentário »

COMPARTILHE Digg StumbleUpon del.icio.us Twitter Enviar por e-mail

Por Reinaldo Azevedo

 

PM é atacada a tiros por sem-terra no Pará

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 | 4:55

Na Folha:
A Justiça do Pará decretou ontem a prisão de seis sem-terra suspeitos de invadir e depredar, na semana passada, a fazenda Espírito Santo, em Xinguara (PA). A Justiça não especificou a que movimento eles pertencem. Ontem a Secretaria de Segurança Pública informou que 58 policiais foram atacados a tiros quando tentavam cumprir os mandados de prisão. A polícia revidou, mas os agressores, que estavam ocultos na mata, fugiram. O ataque ocorreu em uma fazenda da Agropecuária Santa Bárbara em Xinguara.

Um comentário:

Luiz de Carvalho disse...

Cara Celina, por favor tira-me esta dúvida: nos vídeos do Dr. Maffei, a certa altura ele dá a fórmula duma solução que dessensibilizaria o corpo ante os agentes patogênicos. Infelizmente esqueci-me de anotar as fórmulas; eu poderia assistir aos vídeos novamente, contudo meu modem VIVO mal e mal me permite abrir páginas de internet, quanto mais vídeos do Youtube. Se puderes me anotar as fórmulas, fico agradecido imenso. Obrigado.