2009-08-11

A INCRÍVEL DILMA VAI SE ENCONTRAR COM LINA, SERÁ QUE VAI BATER NELA?



terça-feira, 11 de agosto de 2009 21:36

Huuummm…
Lina Vieira, ex-secretária da Receita, reafirmou nesta terça, agora em entrevista ao Jornal Nacional, que se encontrou, sim, com Dilma Rousseff e que a ministra tentou interferir na investigação das empresas da família Sarney. E lembrou algumas coisinhas óbvias: a ex-chefe de gabinete dela sabe disso, a de Dilma também, o motorista sabe… Dilma, suponho, mesmo sendo Dilma, deve ter oferecido uma cafezinho à então secretária. O garçom do ministério deve saber…
O que é que Dilma vinha afirmando? Que jamais havia se encontrado a sós com Lina. A negativa está, por exemplo, na submanchete da Folha desta terça. Aliás, quem editou a primeira página do jornal decidiu dar mais espaço para a negativa de Dilma (duas colunas) do que para a afirmação da ex-secretária (uma coluna). É um critério engraçado: ou a primeira notícia foi subestimada com uma coluna, ou a negativa foi superestimada, com duas… Mas isso agora é o de menos. Importante é o furo jornalístico publicado pelo jornal.
Alguém deve ter lembrado a Dilma que negar o encontro era uma fria. Sempre há um subalterno para desmentir. Então a ministra, hoje, mudou a sua fala: “Não teve essa discussão”. Entenderam? Antes, não havia acontecido o encontro; agora, não aconteceu a discussão.
A razão da mudança é simples: não seria difícil provar que o encontro aconteceu; mas é praticamente impossível provar que houve a discussão. Tanto é assim que, com a simpatia habitual, referindo-se a Lina, disse: “A gente não afirma, a gente prova”. Ah, bom!
Pronto! Dilma começou negando o encontro e desistiu. Em seguida, negou a existência da discussão. De certo modo, desistiu também. Agora, ela se contenta em afirmar: “Ela [Lina] que prove”.
Para quem sabe ler…

Nenhum comentário: