2009-07-22

um recadito para chavito e o forito de são paulo



quarta-feira, 22 de julho de 2009 17:31

Mais uma vez, milhares de hondurenhos estão nas ruas de Tegucugalpa em defesa da democracia, contra o chavismo e em apoio ao atual governo (foto do El Heraldo.hn). Manuel Zelaya, o golpista deposto, disse que poderia voltar ao país a partir de hoje e declarou deflagrada uma insurreição. Felizmente, até agora, não há registros de confrontos graves. Chávez organizou o Plano Caracas, que prevê o derramamento de sangue no país, o que facilitaria o retorno de Zelaya e o esmagamento das lideranças de oposição.
Nesta quarta, Benita Ferrero-Waldner, Comissária de Relações Exteriores da União Européia, recuou um tantinho no alinhamento automático do continente com o delinqüente Manuel Zelaya. Em visita ao México, pediu que tanto o atual governo de Honduras como o presidente deposto colaborem para baixar a tensão no país, num esforço para evitar o confronto armado. Benita reafirmou sua confiança na mediação do presidente da Costa Rica, Óscar Arias. O prazo de 72 horas que ele estabeleceu para uma solução negociada se esgota hoje.

Nenhum comentário: