2009-07-16

HUGO CHAVEZ METE A COLHER EM HONDURAS E A IMPRENSA NEM DÁ NOTÍCIAS


JORNAL DENUNCIA PLANO DE CHÁVEZ PARA LEVAR O CAOS A HONDURAS E REINSTALAR ZELAYA NO PODER

quinta-feira, 16 de julho de 2009 | 7:19

O jornal hondurenho El Heraldo.hn publicou ontem à noite um texto em que denuncia um plano de Hugo Chávez para levar o caos a Honduras e reinstalar Manuel Zelaya no poder. Segundo o jornal, “a conspiração pretende desestabilizar o país por meio de ações armadas de grupos paramilitares, ligados ao narcotráfico, provenientes da Nicarágua”.

Escreve ainda o jornal: “No plano chavista, estão a tomada do aeroporto de Toncontín, o bloqueio das principais estradas, a paralisação das instituições públicas e hospitais e um massacre de manifestantes, induzidos a enfrentar a polícia e os militares”. Prossegue o jornal: ”A ordem dada por militares chavistas e sandinistas infiltrados no país é praticar atentados contra empresas, destruir meios de comunicação, queimar veículos e cometer atos de vandalismo, obrigando, assim, o uso da força militar e policial”.

Segundo o jornal, na coordenação dessas possíveis ações está um capital venezuelano da Marinha chamado Rodriguez. A operação seria desfechada na sexta e se estenderia até o sábado, quando Zelaya diz que pretende voltar ao país.

As manifestações, de acordo com o plano de Chávez, devem ser lideradas por membro de quadrilhas, aos quais se pagaram entre 300 e 500 lempiras (moeda local). Sua missão é enfrentar a polícia e os militares até que haja disparos. Se houver, os próprios bandoleiros estariam encarregados de atirar contra manifestantes para fazer o maior número possível de vítimas e caracterizar um massacre.

No interior, diz o jornal, já vários grupos armados de apoio a Zelaya. Este voltaria no sábado e entraria no país por La Mosquitia, uma área inóspita, com pouco controle policial e dominada pelos cartéis da droga. Uma quadrilha que controla o mercado de drogas em Colón e de outros setores do litoral estaria colaborando com a operação. Agentes ligados à área de inteligência afirmam que o plano é que Zelaya entre no país protegido por grupos paramilitares. Há, informa El Heraldo.hn, pelo menos 100 homens armados na região.

Zelaya, como vocês sabem, já havia incitado a insurreição no país. Seria parte desse plano Chávez.

Um comentário:

Laguardia disse...

Aproveitando a idéia da Passeata Virtual “Fora Sarney”, faço aqui a sugestão de que no dia 7 de Setembro de 2009, façamos outra passeata virtual, nos organizando desde já.

Esta passeata, como a Fora Sarney, começaria no seu computador e terminaria em vários pontos:

Na presidência da República, No Congresso Nacional, No Supremo Tribunal Federal, na Procuradoria Geral da União, na Assembléia Legislativa de seu estado, no Palácio do Governo do seu estado, na Câmara de Vereadores de sua cidade e na Prefeitura de sua cidade.

A idéia é enviar o maior número possível de emails de protesto contra a situação atual, da falta de ética, de moral, de honestidade de nossos governantes e parlamentares.

Denunciaremos o governo federal por agir a margem da lei com a campanha eleitoral antecipada, o que é ilegal, e exigindo, como cidadãos, que fossem tomadas as devidas providências.

Os e mails seriam mandados para os seguintes enderêços:


Senado Federal: Alô Senado http://www.senado.gov.br/sf/senado/centralderelacionamento/sepop/?page=alo_sugestoes&area=alosenado
Câmara Federal: Fale com o deputado: http://www2.camara.gov.br/canalinteracao/faledeputado
Supremo Tribunal Federal – Central do Cidadão - http://www.stf.jus.br/portal/centralCidadao/enviarDadoPessoal.asp
Procuradoria Geral da União - pfdc@pgr.mpf.gov.br
Presidência da República – Fale com o Presidente - https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php

Gostaria de ter a opinião dos leitores com relação a idéia.